Desembargador volta atrás e Adriana Ancelmo não irá para a prisão

Vai esperar que a defesa dê entrada aos embargos
| 27/04/2017
- 01:27
Desembargador volta atrás e Adriana Ancelmo não irá para a prisão

Vai esperar que a defesa dê entrada aos embargos

O desembargador Abel Gomes, depois de um pedido do advogado de Adriana Ancelmo, reconsiderou a decisão tomada hoje à tarde de suspender a prisão domiciliar da ex-primeira-dama do Rio.

O desembargador vai esperar que a defesa dê entrada aos embargos infringentes a que tem direito.

Enquanto os embargos infringentes não forem julgados, ela não voltará para a prisão. 

Veja também

Relatos nas redes sociais mostram momentos de pânico durante a troca de tiros

Últimas notícias