Brasil

Suzane Von Richtofen mente à Justiça para passar feriado fora da prisão

Moradores do endereço dado afirmam nunca tê-la visto

Norberto Liberator Publicado em 09/05/2016, às 12h43

None
richtofen.jpg

Moradores do endereço dado afirmam nunca tê-la visto

Suzane Von Richtofen, condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais em 2002 e que atualmente cumpre pena em regime semiaberto, mentiu para a Justiça dando um endereço falso, para passar o feriado do Dia das Mães fora da penitenciária feminina do Tremembé, em São Paulo, de acordo com o portal UOL.

Ela teria passado o endereço da Rua Coronel Ludovico Homem de Góes, em Angatuba (SP) e afirmado que ficaria em uma casa de amigos. No entanto, uma reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo, foi até o local e os moradores, donos de uma loja de tecidos, alegaram nunca terem visto Suzane.

A saída temporária havia sido autorizada com a necessidade de que ela apresentasse um endereço onde seria recebida. Com o ocorrido, Suzane pode perder o direito a benefícios e até ter o regime mudado de semiaberto para fechado. Ela foi encontrada por uma busca da polícia e levada novamente ao presídio.

Jornal Midiamax