A ordem foi na desembargadora Nizete Lobato

O contraventor Carlinhos Cachoeira e os empresários Fernando Cavendish, Adir Assad, Cláudio Abreu e Marcelo Abbu deixaram a prisão de Bangu 8, na zona oeste do Rio, onde estavam detidos, no início desta segunda-feira (11).

De acordo com o jornal O Globo, os cinco presos na Operação Saqueador – desdobramento da Lava Jato – foram liberados sem tornozeleiras eletrônicas, ja que o Estado não possui o equipamento, mas serão monitorados pela Polícia Federal.

A soltura veio depois de a desembargadora Nizete Lobato, Tribunal Regional Federal da 2ª Região, decidir pela prisão domiciliar.

Os cinco são acusados de envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro que teria desviado no mínimo R$ 370 em contratos de obras públicas, realizadas pela construtora Delta, de propriedade de Cavendish.

O MPF (Ministério Público Federal) afirma que 23 pessoas foram denunciadas na Operação, incluindo vários executivos, diretores, a tesoureira e conselheiros da empreiteira de Cavendish, além de falsos proprietários de empresas fantasma, criadas por Cachoeira.

(Sob supervisão de Ludyney Moura)