Brasil

Lava Jato: Justiça recebe denúncia contra Zelada e mais cinco

Agora, eles passam a ser réus em ação penal derivada da Operação Lava Jato

Gerciane Alves Publicado em 10/08/2015, às 17h49

None
petrobras.jpg

Agora, eles passam a ser réus em ação penal derivada da Operação Lava Jato

Nesta segunda-feira (10), o juiz Sergio Moro recebeu denúncia contra o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada e mais cinco acusados. Agora, eles passam a ser réus em ação penal derivada da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

O ex-diretor da estatal Eduardo Vaz da Costa Musa, os supostos lobistas João Augusto Rezende Henriques, Hamylton Pinheiro Padilha Junior, Raul Schmidt Felippe Junior e o executivo Hsin Chi Su também passam a ser réus.

Duas contas secretas de titularidade de Zelada, mantidas no Principado de Mônaco, foram descobertas nas investigações, uma delas com 10.294.460,10 euros, de acordo com Sergio Moro. Segundo o juiz, há provas de “materialidade e autoria dos crimes”, não sendo a denúncia embasada apenas nas delações. Uma das provas é a documentação das transações consideradas ilícitas e transferências bancárias do pagamento de propina.

A defesa de Zelada afirmou que ainda não teve acesso à decisão, mas que seu cliente irá mostrar a “inconsistência das acusações”.

Jornal Midiamax