Brasil

Ex-integrante do grupo de funk Gaiola das Popozudas é assassinada na Baixada

Crime aconteceu na casa da dançarina Amanda Bueno. Companheiro da vítima é o principal suspeito

Gerciane Alves Publicado em 17/04/2015, às 12h36

None
dancarina.jpg

Crime aconteceu na casa da dançarina Amanda Bueno. Companheiro da vítima é o principal suspeito

A dançarina de funk Amanda Bueno, de 29 anos, foi assassinada dentro de casa no fim da tarde desta quinta-feira. O crime aconteceu no bairro da Posse, em Nova Iguaçu. Segundo a Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), que investiga caso, o principal suspeito é o companheiro de Amanda, que morava com ela. A dançarina é ex-integrante da Gaiola das Popozudas e da Jaula das Gostozudas.

Segundo a polícia, moradores teriam ouvido uma discussão do casal, seguida de disparos, por volta das 17h. O suspeito teria roubado o carro de um vizinho para fugir do local. O corpo de Amanda foi levado para o IML (Instituto Médico-Legal). Ainda de acordo com a DHBF, testemunhas do caso já foram ouvidas e a perícia no local foi concluída. O suspeito não tinha sido encontrado até o fim da noite desta quinta-feira.

Jornal Midiamax