Brasil

Casal transexual dá à luz primeiro filho em Porto Alegre

Anderson, o pai, está amamentando Gregório e irá pedir licença-maternidade no trabalho

Kemila Pellin Publicado em 12/07/2015, às 12h42

None
casaltransreproducaofacebook2.jpg

Anderson, o pai, está amamentando Gregório e irá pedir licença-maternidade no trabalho

Enquanto Anderson Cunha, de 21 anos, amamenta o bebê Gregório, a mãe, Helena Freitas, 26 anos, olha emocionada para o filho. O casal transexual teve a criança na última terça-feira (7), no Hospital Fêmina, em Porto Alegre, realizando um sonho de ambos que pode se concretizar graças à relação iniciada em 2013. A história foi noticiada pelo jornal Zero Hora.

Andressa se transformou em Anderson aos 15 anos, e Helena se assumiu transgênera aos 19. Ele é atendente em uma lanchonete e ela atendente de telemarketing. Eles se conheceram em uma festa em 2013, decidiram morar juntos em 2014, mesmo ano em que Anderson descobriu que estava grávido.

Gregório – nome dado em homenagem ao poeta barroca Gregório de Matos – nasceu com três quilos, 50 centímetros, cabelos escuros e olhos claros. Helena contou que estava receosa com o tratamento que o casal receberia no hospital, mas disse que no dia do parto foi muito bem tratada pela equipe médica, conseguiu acompanhar todo o procedimento e segurar o recém-nascido no colo.

O maior problema veio quando eles tentaram registrar o nome da criança no cartório. O documento com o nome social, escolhido por eles, não pode ser usado para registrar o bebê. Terão que usar os documentos com o nome de nascença. O casal explicou que, embora agora Anderson esteja amamentando e vá pedir licença-maternidade, futuramente ele será o pai e Helena, a mãe.

Jornal Midiamax