Já são 5.853 e duas mortes causadas pela doença no Estado

Só se passaram 70 dias de 2015 e já foi registrado em Mato Grosso do Sul mais da metade do número de casos de do ano passado. Se em 2014 foram 9.256 casos e dois óbitos em doze meses, em 2015, em pouco mais de dois meses já são 5.853 casos (63%) e dois óbitos.

Na Capital já são 956 casos, com registro de média de 15 casos por dia na última semana (de 4 a 11 de março). Em todo o Estado, a média atual é de 130 casos por dia.  A dengue ataca em todas as regiões de Mato Grosso do Sul: dos 79 municípios, 28 (35%) devem se preocupar.

Estão com alto risco de epidemia da doença: Iguatemi, Selvíria, Itaquiraí, Sete Quedas, Sonora, Paranhos, São Gabriel do Oeste, Eldorado, Brasilândia, Naviraí, Chapadão do Sul, Aral Moreira, Japorã, Douradina, Água Clara, Três Lagoas e Costa Rica. 

Amambaí, Inocência, Laguna Carapã, Aparecida do Taboado, Tacuru, Nova Andradina, Rio Negro, Bandeirantes, Paranaíba, Campo Grande, Guia Lopes da Laguna e Corumbá completam a lista, em estado de alerta.