Variedades

Eclipse total da Lua com fenômeno superlua vai poder ser visto de todo o Brasil

Fenômeno da superlua tornará esse eclipse ainda mais especial

Wendy Tonhati Publicado em 26/09/2015, às 16h12

None
lunar-eclipse-767808_12801-1024x422.jpg

Fenômeno da superlua tornará esse eclipse ainda mais especial

O eclipse total da Lua será visto em todo o Brasil no dia 27 de setembro. O fenômeno começa às 22h07 (horário de Brasília), com a Terra projetando sua sombra sobre a Lua. Às 23h11, ela estará totalmente encoberta, permanecendo assim por mais de uma hora. Astrônomos explicam que o eclipse ocorre quando a Lua, em sua órbita ao redor da Terra, atravessa a sombra da Terra, se “escondendo” da luz do Sol por algumas horas.

Mas outro fenômeno, o da superlua, tornará esse eclipse ainda mais especial. Ele ocorre quando a Lua está mais próxima da Terra. No domingo, a distância entre a Terra e a Lua será de 356 mil quilômetros. Além disso, por um efeito do Sol sobre a atmosfera da Terra, durante o eclipse, a Lua ficará avermelhada, fenômeno conhecido como Lua vermelha ou de sangue.

“O eclipse ocorre quando há o alinhamento entre o Sol, a Terra e a Lua. No domingo, esse fenômeno vai ocorrer no momento em que a Lua estará mais próxima da Terra. Por isso, chamamos de superlua”, explicou o pesquisador do Observatório Nacional (ON/MCTI) Carlos Veiga.

Veiga participou do desenvolvimento de um programa do ON que promete facilitar a compreensão dos fenômenos astronômicos. O site Astro (http://daed.on.br/astro) oferece um conjunto de ferramentas para entender e acompanhar as posições do Sol e da Lua. Nele, é possível, por exemplo, fazer simulações de eclipses e observar a sombra da Terra projetada sobre a Lua.

Mas para ver o eclipse lunar a olho nu, uma boa notícia. Segundo a pesquisadora do ON Josina Nascimento, o eclipse da superlua pode ser facilmente observado em qualquer lugar do Brasil. “A Lua vai estar bem no alto, porque, a Lua cheia nasce quando o Sol se põe. Então, em torno de meia-noite ela estará no alto. É impossível não ver. Todo mundo vai poder ver o eclipse total da lua.”

#MeuEclipse

O MCTI criou uma campanha para que as pessoas possam compartilhar sua experiência durante o eclipse. Para participar, é só publicar sua experiência (em foto, vídeo ou texto) no Twitter usando a tag #MeuEclipse. Todas as colaborações serão reunidas em um mapa da Brasil interativo disponível em www.sintonizeciencia.com.br. A ação chama atenção para os princípios científicos envolvidos no fenômeno e tem o objetivo de promover a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que acontece no País todo entre 19 a 25 de Outubro com o tema Luz, Ciência e Vida.

(Com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação)

Jornal Midiamax