Sem Categoria

De 79 cidades de MS, 35 apresentaram piora na classificação de risco no Prosseguir

Quase metade dos municípios de Mato Grosso do Sul apresentaram piora na classificação de risco do Prosseguir, apresentado nesta quinta-feira (8). Dos 79 municípios do estado, 35 pioraram a classificação, enquanto 31 se mantiveram com a mesma bandeira. Somente 13 cidades melhoraram a classificação.  O Estado tem 30 cidades com a classificação vermelha no programa, […]

Mylena Rocha Publicado em 08/10/2020, às 11h54 - Atualizado às 12h21

 (Foto: Leonardo de França)
(Foto: Leonardo de França) - (Foto: Leonardo de França)

Quase metade dos municípios de Mato Grosso do Sul apresentaram piora na classificação de risco do Prosseguir, apresentado nesta quinta-feira (8). Dos 79 municípios do estado, 35 pioraram a classificação, enquanto 31 se mantiveram com a mesma bandeira. Somente 13 cidades melhoraram a classificação. 

O Estado tem 30 cidades com a classificação vermelha no programa, que indica um alto risco de transmissão. Pela classificação, os municípios deveriam abrir somente atividades essenciais e as não essenciais de baixo risco. 

Uma das cidades que piorou a classificação foi Campo Grande. A capital estava com classificação amarela e foi ‘rebaixada’ para a bandeira vermelha. Aquidauana, Corumbá, Ponta Porã e Três Lagoas também estão classificadas com a bandeira vermelha. 

Apesar da piora no grau de risco de alguns municípios, o secretário Eduardo Riedel não chegou a explicar o que levou à mudança na classificação. “Quero reforçar a estratégia do programa Prosseguir, que tem ajudado a balizar as ações do Governo do Estado e chamar a atenção. Não é alarmista e não é para ficar confortável, é um senso de realidade. Podemos ver que a pandemia está presente, na maioria dos municípios tivemos piora do quadro, precisamos ter cautela, cuidado. Ainda temos uma situação realmente delicada”, frisou.

Em MS, apenas oito municípios estão com a classificação amarela, que permite o funcionamento de atividades não-essenciais de baixo, médio e alto risco. Na classificação amarela estão as cidades de Alcinópolis, Eldorado, Figueirão, Iguatemi, Jaraguari, Juti, Novo Horizonte do Sul e Paraíso das Águas.

Confira a classificação dos municípios:

Jornal Midiamax