Sem Categoria

Famílias de Brumadinho vão passar por programa de capacitação

No próximo domingo (28), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) lança em Brumadinho (MG) um programa de assistência técnica, capacitação e atendimento social e em saúde para cerca de 790 famílias inscritas no Cadastro Único do Programa Bolsa Família (PBF), do Ministério Cidadania. Conforme Janete Lacerda, coordenadora de capacitação da Diretoria de Assistência e […]

Agência Brasil Publicado em 23/07/2019, às 23h55

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução - Foto: Reprodução

No próximo domingo (28), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) lança em Brumadinho (MG) um programa de assistência técnica, capacitação e atendimento social e em saúde para cerca de 790 famílias inscritas no Cadastro Único do Programa Bolsa Família (PBF), do Ministério Cidadania.

Conforme Janete Lacerda, coordenadora de capacitação da Diretoria de Assistência e Gerencial da entidade, o programa terá duração de 24 meses e as ações serão executadas a partir do trabalho de campo da equipe de 13 técnicos em contratação pelo Senar-MG.

O diagnóstico será individual em cada uma das pequenas propriedades rurais de famílias cadastradas. “O Senar-MG tem portfólio que será ofertado conforme a demanda”, explica Lacerda.

A iniciativa do Senar estava prevista no pacote de medidas anunciadas pelo Ministério das Cidades em junho para reconstrução e recuperação econômica da cidade, chamada de “Aliança por Brumadinho”, em parceria com entidades públicas e empresas privadas.

O programa do Senar tem início após completarem seis meses do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão da mineradora Vale, ocorrido em 25 de janeiro, que resultou na morte de 248 pessoas, além do desaparecimento de 22 pessoas ainda não encontradas.

As famílias assistidas pelo Senar receberão R$ 2.400 (parcela de R$ 1.400 e R$ 1.000) do Ministério da Cidadania para custeio de atividades indicadas pela assistência técnica do Senar.

Jornal Midiamax