Sem Categoria

Spider diz que não quer lutar contra brasileiros

Anderson diz que enfrentaria qualquer lutador, até mesmo seu algoz Chris Weidman.

Clayton Neves Publicado em 30/12/2014, às 18h42

None
20141229221118645513i.jpg

Anderson diz que enfrentaria qualquer lutador, até mesmo seu algoz Chris Weidman.

Anderson Silva está próximo de seu retorno ao UFC. No dia 31 de janeiro, o Spider enfrenta Nick Diaz, na edição 183 do Ultimate, em Las Vegas. Uma boa vitória pode levar a lenda brasileira de encontro ao cinturão da categoria mais uma vez. Mas, o lutador brasileiro diz que vai avaliar a situação, uma vez que ele não deseja enfrentar outros atletas do país mais em sua carreira.

Tudo isso passa pela luta do UFC 184, entre Chris Weidman e Vitor Belfort. Caso o Fenômeno vença o norte-americano, vingue Spider e conquiste o cinturão, Anderson não vai querer lutar pelo título. O brasileiro explica o motivo.

“Eu estou em outra fase. Eu quero me reencontrar de novo. Se eu me credenciar de novo e tiver a chance de lutar pelo título outra vez contra o Chris Weidman, ou outro atleta que não seja brasileiro, eu lutaria com certeza”, disse Anderson ao Sportv Repórter.

Anderson afirma que torcerá para Belfort e diz que o cinturão dos médios é um patrimônio brasileiro. “O Vitor é o atleta mais antigo ainda em atividade no UFC. Ele foi campeão quando tinha 19 anos, merece essa oportunidade. Acredito que ele vai vencer essa luta contra o Weidman. O Brasil precisa torcer para ele. O título é um patrimônio brasileiro, precisa ficar aqui”, concluiu.

Jornal Midiamax