Sem Categoria

Vasco terá quarta-feira decisiva no Tribunal

Apesar de não entrar em campo nesta quarta-feira (18), o Vasco viverá um dia nervoso. Isso porque as atenções dos torcedores estarão voltadas para o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), onde cinco atletas irão a julgamento por conta dos incidentes acontecidos na derrota por 2 a 1 para o Flamengo, no […]

Arquivo Publicado em 17/04/2012, às 17h48

None

Apesar de não entrar em campo nesta quarta-feira (18), o Vasco viverá um dia nervoso. Isso porque as atenções dos torcedores estarão voltadas para o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), onde cinco atletas irão a julgamento por conta dos incidentes acontecidos na derrota por 2 a 1 para o Flamengo, no dia 7 de abril.


Caso acabem punidos, os jogadores serão desfalques para o novo encontro com os flamenguistas, no próximo domingo (22), às 16h(de Brasília), no Engenhão, pelas semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.


Estarão no Tribunal o lateral direito Fagner, o zagueiro Rodolfo, os volantes Eduardo Costa e Fellipe Bastos e o meia Diego Souza. Fagner e Fellipe Bastos estão incursos nos artigos 254-A parágrafo 3º item I (praticar agressão física durante a partida contra o árbitro, pena mínima de 180 dias), 243-F parágrafo 1º (ofender o árbitro em sua honra, pena mínima de suspensão por quatro partidas) e no no 258-B (invadir local destinado à arbitragem ou local da partida, pena de uma a três partidas).


Rodolfo e Eduardo Costa foram citados nos dois primeiros artigos, enquanto que Diego Souza vai responder por tentar cometer a infração e não consumá-la por circunstâncias alheias à sua vontade (artigo 157 – pena variando de uma a três partidas) e pelo artigo 254-A. “Não acredito na condenação e estamos trabalhando no sentido de liberar todos os atletas. Só não posso antecipar nada sobre a nossa defesa para não jogar contra o clube”, afirma Aníbal Rouxino, vice-presidente do departamento jurídico do Vasco.


O clima poderá esquentar no Tribunal, uma vez que o árbitro Wagner dos Santos Rosa e os assistentes Eduardo de Souza Couto e Francisco Pereira foram convocados para prestar esclarecimentos.


Eles vão se encontrar com o presidente Roberto Dinamite e com o diretor de futebol Daniel Freitas, que também serão julgados por ofensas ao trio de arbitragem. Dentro de campo Cristóvão Borges tem evitado trabalhar com a hipótese de perder os jogadores.


O treinador vascaíno também vem preferindo dizer que espera pela absolvição. “Trabalho com boas notícias para esta quarta-feira. Prefiro espera para ver o que vai acontecer, mas a minha expectativa é a de contar com todos os jogadores, principalmente por se tratar de uma semana de decisão, um clássico contra o Flamengo, quando as dificuldades serão sempre muito grandes e precisamos de todos”, disse Cristóvão.


Falando em boas notícias, nesta terça-feira Cristóvão foi informado que poderá contar nas semifinais com o meia Juninho Pernambucano, que se submeteu a um exame de imagem que apontou apenas um edema na coxa direita, nenhuma lesão grave, e com o atacante Eder Luis, livre de dores na coxa direita.


Assim, o treinador ganha mais opções no caso de punição aos julgados desta quarta-feira. Mesmo sem trabalhar com a hipótese de condenação, Cristóvão já tem em mente possíveis substitutos. Sem Fagner, o meia Allan seria improvisado na lateral direita, enquanto Douglas entraria na vaga de Rodolfo na zaga.


O meio-de-campo teria assegurado o trio composto por Nilton, Rômulo e Felipe. a quarta vaga teria Willian Barbio, Carlos Alberto ou Juninho Pernambucano, com maiores chances para o primeiro, já que os outros dois ainda não suportam noventa minutos. O ataque seria composto por Eder Luis e Alecsandro.


O elenco se reapresentou nesta terça-feira e deu início a preparação para o clássico. Os titulares realizaram um trabalho de reforço de musculatura na academia do clube, enquanto os reservas fizeram exercícios na Praia da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.


Como o julgamento desta quarta-feira está marcado para o período da tarde, o treinamento acontecerá na parte da manhã, em São Januário. O elenco também treinará de manhã de quinta a sábado, quando começa o início do período de concentração.

Jornal Midiamax