O governador de Mato Grosso do Sul, (PSDB), assinou na manhã desta quinta-feira (2), termo de fomento no valor de R$ 1,7 milhão para a Federação dos Clubes de Laço Comprido do Estado. A solenidade foi realizada no auditório da Governadoria.

Os recursos serão investidos na realização de eventos e competições dessa modalidade esportiva ao longo de 2023. No segundo semestre, deve ser realizada em a Copa do Laço Comprido, reunindo atletas de todo o Estado.

“Esse recurso vem em boa hora, porque ajuda a valorizar o , que é de família”, ressaltou o presidente da federação, Pompílio Cabral Júnior.

O diretor-presidente da (Fundação do Desporto e Lazer), Herculano Borges, reforçou a importância de fomentar a atividade. “Com esse recurso, serão realizadas 35 etapas e em junho, a Copa do Laço Comprido, quando vamos inaugurar o Parque do Laçador, em Campo Grande”, discursou.

Riedel lembrou que conhece o esporte, já que laçou enquanto crescia nas propriedades rurais da família. Citou ainda que o aporte de recursos começou no Legislativo e passou há alguns anos para o Executivo.

“Minha origem está muito ligada a isso, está na nossa cultura. É uma construção conjunta do governo com os nossos parlamentares. Se o Governo do Estado aporta recurso, é porque a federação tem seriedade. O laço comprido é um orgulho de Mato Grosso do Sul, e vamos construindo um esporte cada vez mais forte”, afirmou.