Ao contrário do inicialmente publicado pelo Jornal Midiamax, a matrícula do sargento José Roberto dos Santos da Polícia Militar, indicado na reportagem “Sargento da Máfia dos Cigarreiros é condenado à exclusão da PMMS e 12 anos de prisão” não corresponde ao policial excluído da corporação.

A imagem mostrava matrícula de sargento com o mesmo nome do militar que foi, de fato, condenado. No texto original, a informação foi corrigida às 15h30 em 21/08/2023.

O sargento homônimo que foi condenado possui a matrícula 65256022.

A informação correta, portanto, é de que o sargento da PM, José Roberto dos Santos, portador da matrícula 65256022 é quem foi excluído da corporação após ser condenado a 12 anos de prisão por integrar a Máfia dos Cigarreiros, que é uma organização formada por policiais que facilitavam a entrada de contrabando de cigarros em Mato Grosso do Sul, denunciados pelo MPMA (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) após a Operação Nepsis.