Combate a incêndios florestais em MS terá reforço de equipes temporárias de brigadistas

O objetivo é fortalecer os trabalhos de prevenção e combate
| 12/04/2022
- 07:18
Incêndios florestais deixaram rastro de destruição no Pantanal de MS
Incêndios florestais deixaram rastro de destruição no Pantanal de MS

O (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) autorizou que Mato Grosso do Sul contrate brigadistas para auxiliar no combate a incêndios florestais, no âmbito do Prevfogo (Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais).

A portaria foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (12), assinada por Eduardo Fortunato Bim, presidente do Ibama. O objetivo é fortalecer os trabalhos de prevenção e combate, uma vez que as chamas já consumiram mais de 965 mil hectares de vegetação no Pantanal no ano passado.

O Estado vai poder contratar dois supervisores de brigada para coordenação de operação. Os municípios de Aquidauana, Miranda e Porto Murtinho vão poder contratar 2 brigadas federais temporárias cada, contando com chefe, dois brigadistas chefes de esquadrão e 12 brigadistas para combate direto.

Corumbá poderá contratar uma equipe de brigadistas temporários federais com chefes de brigada, chefes de esquadrão e 24 brigadistas de prevenção de incêndios florestais. A Porto Murtinho, foi aberta também a possibilidade de contratação de três equipes de brigadistas de queima prescrita.

Prevfogo combate incêndios florestais

O é um Centro Especializado, dentro da estrutura do Ibama, responsável pela política de prevenção e combate aos incêndios florestais em todo o território nacional, incluindo atividades relacionadas com campanhas educativas, treinamento e capacitação de produtores rurais e brigadistas, monitoramento e pesquisa.

Veja também

Multinacional do ramo da informática tenta na Justiça derrubar a cobrança de Difal (Diferencial de...

Últimas notícias