O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, instituiu um ofício especial para o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) no Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul e nomeou uma procuradora para compor o Grupo. A portaria com as definições foi divulgada na última sexta-feira (2) no Diário Oficial da União.

De acordo com a portaria, ficou designada como membro do Grupo a Procuradora da República Júlia Rossi de Carvalho Sponchiado, que atua em Naviraí.

A procuradora já fez parte do Grupo no Amazonas, é membro do Gafron (Grupo de Trabalho sobre Crimes de Fronteiras) e do Grupo de Trabalho Utilidade, Eficiência e Efetividade da Persecução Penal do MPF; representante do MPF no processo de atualização da Estratégia Hemisférica sobre Drogas e do Plano de Ação sobre Drogas 2021-2025 da Cicad (Comissão Interamericana para o Controle do Abuso de Drogas) da OEA (Organização dos Estados Americanos); e representante suplente do MPF no Conab (Conselho Nacional de Política sobre Drogas).

A portaria também distribuiu e instalou na Procuradoria da República no Estado de Mato Grosso do Sul mais 1 ofício especial como Ofício do Gaeco/MPF-MS a partir da publicação.