Política / Transparência

União reconhece emergência em Deodápolis por seca

Município teve previsão de chuva muito abaixo do esperado entre março e maio

Adriel Mattos Publicado em 21/06/2021, às 16h21

Vista aérea de Deodápolis
Vista aérea de Deodápolis - Foto: Divulgação/Sanesul

A Sedec (Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil) reconheceu situação de emergência em Deodápolis, município na região sul de Mato Grosso do Sul. A portaria foi publicada na edição desta segunda-feira (21) do DOU (Diário Oficial da União).

A cidade vem sofrendo com estiagem. Decreto assinado pelo prefeito Valdir Sartor (PSDB) no início do mês aponta que as chuvas de março a maio somaram apenas 271,5 milímetros, quando as previsões eram de 800 mm.

Devido à seca, agricultores tiveram perdas de até 80% nas safras de milho, mandioca e cana-de-açúcar. A pecuária também foi duramente afetada, segundo a prefeitura.

Com o reconhecimento da situação, o município poderá até novembro poderá realizar compras e assinar contratos sem passar por licitação para responder aos danos. O MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional) ainda deve avaliar os estragos para eventual liberação de recursos federais.

Jornal Midiamax