Política / Transparência

TRE-MS recebeu de volta mais de R$ 17 mil de diárias de servidores em dezembro

Recursos, conforme edital no Diário de Justiça Eleitoral, são resultado do não deslocamento de servidores ou diferenças indevidas.

Humberto Marques Publicado em 21/01/2021, às 13h51 - Atualizado às 14h38

TRE-MS. (Foto: Arquivo)
TRE-MS. (Foto: Arquivo) - TRE-MS. (Foto: Arquivo)

Com 34 registros, o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) encerrou o mês de dezembro, que em 2020 excepcionalmente foi posterior às eleições municipais, com gastos ressarcidos de R$ 17.536,24 em diárias para seus servidores. Os números constam no Diário Oficial da Justiça Eleitoral estadual.

O relatório divulgou pagamentos de diárias que foram ressarcidos por não deslocamento ou diferença indevida a 34 servidores por diárias, embora o quantitativo seja maior.

A despesa individual mais alta, no valor de R$ 3.827,67, foi direcionada a uma técnica judiciária, que receberia 12 diárias e meia para prestar apoio ao cartório da 17ª Zona Eleitoral, em Bela Vista.

Além disso, 15 pagamentos suspensos envolveram a realização de cerimoniais e atos de diplomação de prefeitos e vereadores eleitos no ano passado, nos municípios de Figueirão, Dois Irmãos do Buriti, São Gabriel do Oeste, Alcinópolis, Nova Alvorada do Sul, Antônio João e Rio Brilhante.

Clique aqui e confira na íntegra a publicação, a partir da página 1.

Jornal Midiamax