Política / Transparência

Sinal ruim de internet adia em 4 meses audiência sobre licitação em MS

Juíza precisou reagendar procedimento porque não havia conexão com a rede

Renan Nucci Publicado em 28/07/2021, às 10h06

None
Divulgação

Por conta de problemas na internet, precisou ser adiada em quatro meses a audiência de uma ação civil por improbidade administrativa que apura prejuízo de R$ 1 milhão aos cofres públicos de Corumbá. As irregularidades teriam ocorrido durante a licitação de uma empresa para fornecimento de alimentos à Secretaria Municipal de Educação.

Consta nos autos que, no último dia 23, a audiência chegou a ter início com a presença dos réus, representantes do judiciário, do MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), advogados e testemunhas arroladas pela defesa e acusação. No entanto, durante o procedimento o sinal da internet caiu, impedindo que os depoimentos fossem gravados.

Assim, a juíza Luiza Vieira Sá de Figueiredo determinou a redesignação da audiência para o dia 9 de novembro, às 13 horas. “Considerando a falta de sinal de internet a partir das 14:30h e diante da informação repassada pelo suporte que se trata de falha massiva na rede de fibra […] com previsão de retorno apenas às 19h, redesigno a audiência”, disse.

Consta nos autos, que no ano de 2010, servidores participaram da contratação de uma empresa para distribuição de refeições a alunos das creches e Centros de Educação Infantil de Corumbá. No entanto, o contrato foi aditado e prorrogado irregularmente por sete vezes, ultrapassando tempo limite de vigência e causando prejuízo milionário ao erário.

Jornal Midiamax