Política / Transparência

R$ 9,8 mil: Salário de irmã de vereadora gera alvoroço em cidade de MS

O salário recebido pela enfermeira Adriana Fernandes Fim Arão referente a folha salarial de janeiro, gerou polêmica entre moradores de Nova Alvorada do Sul, distante 121 km de Campo Grande. O motivo da indignação de moradores seria aumento no salário d a enfermeira que é irmã da vereadora Andrea Fim (DEM) e recebeu R$ 4,3 […]

Fábio Oruê Publicado em 05/02/2021, às 13h52 - Atualizado às 17h49

Prefeitura de Nova Alvorada do Sul. (Foto: Arquivo)
Prefeitura de Nova Alvorada do Sul. (Foto: Arquivo) - Prefeitura de Nova Alvorada do Sul. (Foto: Arquivo)

O salário recebido pela enfermeira Adriana Fernandes Fim Arão referente a folha salarial de janeiro, gerou polêmica entre moradores de Nova Alvorada do Sul, distante 121 km de Campo Grande. O motivo da indignação de moradores seria aumento no salário d a enfermeira que é irmã da vereadora Andrea Fim (DEM) e recebeu R$ 4,3 mil a mais do que constava no seu extrato de contratação.

Segundo o portal da transparência do município, a servidora, no cargo de enfermeira padrão, recebeu R$ 9.837,87 de remuneração como primeiro salário. De acordo a publicação do dia 1º de fevereiro do Diário Oficial do município, Adriana receberia mensalmente R$ 5.465,48, ou seja, o salário quase que dobrou neste primeiro mês.

Vale notar que a contratação da enfermeira tem vigência a partir 1º de janeiro de 2021, sendo esta a data da assinatura do contrato.

A contratação estaria sendo investigada pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) como possível caso de nepotismo, devido ao parentesco com a vereadora, que seria irmã da contratada, mas até o fechamento da reportagem, o órgão não confirmou a existência do processo.

Conforme o diário oficial, Adriana é contratada por prazo determinado e lotada no Hospital Municipal Francisca Ortega. “A contratação é necessária pelo aumento da demanda nos atendimentos médicos devido a pandemia do vírus Covid-19”, diz a publicação.

Segundo o site local, Folha da Cidade, após a divulgação dos salários dos servidores no Portal da Transparência, moradores insatisfeitos solicitaram explicações ao prefeito José Paulo Paleari (DEM), sobre o suposto nepotismo e o salário da contratada ter sido o maior salário entre os servidores da saúde (sem contar médicos e profissionais especializados).

“Será que teremos algum vereador com coragem para tomar providências, ou estão todos no mesmo saco, com cargos para eleitores, pedidos atendidos pela prefeitura e mais umas regalias que podem aparecer, quero ver se tem mesmo vereador de verdade nessa Câmara municipal”, escreveu um morador.

O Jornal Midiamax também questionou a prefeitura sobre o salário da servidora, mas até a publicação deste material, não houve retorno.

Jornal Midiamax