Política / Transparência

Programa do governo destina R$ 30 milhões para pesquisas científicas

Um dos projetos tem como foco tornar o estado sustentável, com carbono neutro até 2030

Graziela Rezende Publicado em 06/12/2021, às 08h19

None

Novo programa do Governo de Mato Grosso do Sul deve destinar R$ 30 milhões para pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação. O lançamento ocorre na tarde desta segunda-feira (6), no auditório do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande. 

Intitulado “MS +Ciência”, o programa é desenvolvido pela Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia), com 11 chamadas, editais e convênios da área.

No caso do edital "Fundect Universal 2021 – Desafios para o Desenvolvimento Sustentável em Mato Grosso do Sul", serão R$ 10 milhões, para contemplar projetos de pesquisa e inovação que contribuam para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento sustentáveis (ODS) da ONU (Organização das Nações Unidades), sempre com foco em tornar MS Estado Carbono Neutro até 2030.

Já o “Mato Grosso do Sul para a Indústria”, será desenvolvido em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Sesi (Serviço Social da Indústria) e o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Neste caso, o investimento é de R$ 4,77 milhões para empresas inovadoras, além de R$ 337 mil disponíveis para o Programa Fundect Inovatec. 

Nos programas de pós-graduação, os investimentos estão na ordem de R$ 3,312 milhões com a disponibilidade de 92 bolsas de mestrado profissional. E outros R$ 3,288 milhões serão destinados a bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Ao todo, serão 60 bolsas, 20 de mestrado, 20 de doutorado e 20 de pós-doutorado, atendendo 10 programas de pós-graduação.

No caso do agronegócio, serão destinados R$ 4,3 milhões para pesquisas, distribuídos em convênios da Fundect com a Fundems, Fundação Chapadão, UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e Embrapa Pantanal.

Jornal Midiamax