Política / Transparência

Prefeitura de Campo Grande registra compra de 14,1 milhões de seringas por R$ 4,1 milhões

A Seges (Secretaria Municipal de Gestão) registrou intenção de compra de 14,1 milhões de seringas ao custo de R$ 4,1 milhões. A ata foi publicada na edição de segunda-feira (15) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). Neste procedimento, a prefeitura não compra todo o volume de uma vez, mas reserva o item para adquirir […]

Adriel Mattos Publicado em 16/02/2021, às 10h12 - Atualizado às 10h18

Prefeitura de Campo Grande (Foto: Karine Matos, Prefeitura de Campo Grande)
Prefeitura de Campo Grande (Foto: Karine Matos, Prefeitura de Campo Grande) - Prefeitura de Campo Grande (Foto: Karine Matos, Prefeitura de Campo Grande)

A Seges (Secretaria Municipal de Gestão) registrou intenção de compra de 14,1 milhões de seringas ao custo de R$ 4,1 milhões. A ata foi publicada na edição de segunda-feira (15) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

Neste procedimento, a prefeitura não compra todo o volume de uma vez, mas reserva o item para adquirir conforme houver necessidade. Dessa forma, não precisa lançar nova licitação a cada vez que precisar comprar.

São quatro lotes e três sublotes. Os materiais serão adquiridos gradualmente das empresas Becton Dickinson Indústrias Cirúrgicas, Open Medical Comércio Importação e Exportação e Star Medical Comércio de Produtos Hospitalares.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou ao Jornal Midiamax que o registro de preço visa a compra das seringas para uso geral, ou seja, nenhuma delas será destinada para a vacinação contra a Covid-19.

Fracasso

Enquanto a prefeitura conseguiu reservar um grande número desse material, o Governo do Estado não teve tanto sucesso. Pregão eletrônico da SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) para a compra de seringas e agulhas teve quatro de 12 lotes fracassados.

As participantes chegaram a fazer propostas, mas desistiram logo após não conseguirem os itens junto aos fornecedores. Logo, a SAD encerrou esses lotes. No total, o registro totalizou R$ 4,3 milhões.

Jornal Midiamax