Política / Transparência

Por R$ 509 mil, prefeitura de MS distribui kits merenda para 6,6 mil estudantes

Prefeitura de Naviraí usou recursos do PNAE e verbas próprias para aquisição de alimentos e produtos da agricultura familiar

Humberto Marques Publicado em 19/04/2021, às 15h48

Prefeitura de Naviraí realizará distribuição de kits de alimentos para alunos de creches, Educação Básica municipal e EJA
Prefeitura de Naviraí realizará distribuição de kits de alimentos para alunos de creches, Educação Básica municipal e EJA - PMN/Divulgação

A Prefeitura de Naviraí –a 364 km de Campo Grande– entregará nesta terça-feira (20) e na sexta (23) kits de merenda escolar para 6,6 mil estudantes matriculados na Rede Municipal de Ensino (incluindo creches, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e extensões). A aquisição da Gerência de Educação custou R$ 509.166.

A distribuição de alimentos ocorre em meio a emergência sanitária causada pela pandemia de coronavírus (Covid-19), que forçou a suspensão das aulas na rede pública. Como a merenda escolar era uma refeição importante no dia a dia dos estudantes, a distribuição de kits de alimentos foi a alternativa encontrada –adotada também por outras prefeituras, como a de Campo Grande.

Os beneficiados com os alimentos se inscreveram previamente na Gerência de Educação. O trabalho, conforme a assessoria da Prefeitura de Naviraí, vinha sendo articulado desde o início do ano letivo, em janeiro, passando por licitações, recebimento das mercadorias, montagens das cestas e, agora, distribuição.

As entregas seguem cronogramas e horários definidos por cada escola. Nesta segunda (19) e na quinta-feira (22), são distribuídos os produtos oriundos da agricultura familiar (hortifrutigranjeiros, que são perecíveis).

Gerente municipal de Educação, Tatiane Maria Morch confirmou que a compra seguiu recomendações do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) e do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

“Para a compra de 6.600 kits da merenda investimos R$ 419.166 e existe previsão de mais R$ 90.000 para a compra dos itens da agricultura familiar, totalizando R$ 509.166”, explicou Tatiane. Dos recursos aplicados, R$ 400.596 saíram do PNAE e R$ 108.570 do município.

Jornal Midiamax