Política / Transparência

Pedágio da MS-306 deve custar R$ 10 e cobrança pode começar em março

A Agepan-MS (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul) abriu nesta segunda-feira (25) a consulta pública sobre os valores da tarifa de pedágio da MS-306, rodovia sob administração da concessionária Way 306. Para veículos de passeio, o preço sugerido é de R$ 10. A tarifa inicial prevista em contrato era […]

Adriel Mattos Publicado em 25/01/2021, às 09h14 - Atualizado às 15h31

(Foto: Divulgação, Way 306)
(Foto: Divulgação, Way 306) - (Foto: Divulgação, Way 306)

A Agepan-MS (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul) abriu nesta segunda-feira (25) a consulta pública sobre os valores da tarifa de pedágio da MS-306, rodovia sob administração da concessionária Way 306. Para veículos de passeio, o preço sugerido é de R$ 10.

A tarifa inicial prevista em contrato era de R$ 8,72, como o documento estipula reajuste para o início da cobrança, foi levada em conta a variação de 14,58% do IPCA (Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo), de setembro de 2017 a dezembro de 2020.

A previsão é de que os condutores passem a ser tarifados a partir de 1º de março, quando a concessionária deve ativar as praças de pedágio. O Governo do Estado já desapropriou áreas para a construção.

Para isso, a Way 306 deve concluir a implantação de suas edificações e dos postos da Agepan e da PMR (Polícia Militar Rodoviária) para ser efetivamente autorizar a iniciar a cobrança. As praças ficarão em Costa Rica, em Chapadão do Sul e em Cassilândia.

Na sexta-feira, a concessionária iniciou a prestação do Serviço de Atendimento ao Usuário. Entraram em operação os serviços gratuitos de socorro mecânico, socorro médico/pré-hospitalar, inspeção de tráfego, combate a focos de incêndio e apreensão de animais.

Quem quiser participar da consulta pública pode enviar sua contribuição pelo site da Agepan ou enviar mensagem para o endereço eletrônico [email protected] Os documentos relativos à concessão serão disponibilizados também no site da agência.

Jornal Midiamax