Política / Transparência

Inquérito civil vai apurar desmatamento da Mata Atlântica, em Corumbá

Área suprimida irregularmente compreende 200 hectares

Marcelo Nantes Publicado em 26/09/2021, às 15h11

MPMS suspeita de desmatamento irregular em área de Mata Atlântica, em Corumbá.
MPMS suspeita de desmatamento irregular em área de Mata Atlântica, em Corumbá. - Arquivo

A 2ª Promotoria de Justiça de Corumbá instaurou inquérito civil para apurar e, em caso de confirmação do ilícito, buscar a reparação ou compensação da supressão de 199,62 hectares de vegetação nativa, em Corumbá.

De acordo com o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), deste total de cerca de 200 hectares, 15,63 ha se encontravam em área de Mata Atlântica, segundo mapeamento do Projeto GeoMS. E 18,84 ha, em área  remanescente de Mata Atlântica, segundo mapeamento da Fundação SOS Mata Atlântica.

Os danos teriam sido causados entre 13 de julho de 2015 e 27 de janeiro de 2017, no interior do imóvel rural “Fazenda Pacu”, pertencente a Walfrido Ribeiro Borges e Walfrido Rodrigues.

As retiradas da vegetação teriam acontecido sem licença ou autorização dos órgãos ambientais competentes, contrariando as normas legais e regulamentares.

Jornal Midiamax