Política / Transparência

Furnas lança Edital Socioambiental 2021

Valor por projeto não deve ultrapassar teto de R$ 200 mil

Marcelo Nantes Publicado em 20/09/2021, às 08h26

Furnas lança edital para selecionar projetos socioambientais
Furnas lança edital para selecionar projetos socioambientais - Arquivo

Responsável pela geração e transmissão de energia, Furnas Centrais Elétricas lançou o Edital Socioambiental 2021 no valor de R$ 1.000.000,00. O objetivo da empresa é selecionar projetos socioambientais que envolvam a conservação da biodiversidade brasileira e dos serviços ecossistêmicos, promovendo a redução das desigualdades e o desenvolvimento sustentável de comunidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

O valor solicitado por projeto não deverá ultrapassar o teto máximo de R$ 200.000,00. De acordo com o edital, a empresa vai receber projetos que unam proteção do meio ambiente e impacto social, com atenção às iniciativas que demonstrem alto potencial de proteção da fauna e da flora.

Podem se inscrever somente Organizações da Sociedade Civil (OSCs). Ou seja, pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos - fundações ou associações — que tenham sua sede e administração no país e objeto social compatível com a atividade a ser efetuada no projeto inscrito. 

As inscrições serão efetuadas exclusivamente pela internet, conforme indicado na página: http://furnassocioambiental.prosas.com.br/

As iniciativas contempladas deverão estar alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

- Educação de Qualidade;

- Igualdade de Gênero;

- Trabalho Decente e Crescimento Econômico;

- Redução das Desigualdades;

- Ação Contra a Mudança Global do Clima;

- Vida Terrestre.

O parque gerador e transmissor de Furnas conta atualmente com 21 usinas hidrelétricas e 75 subestações. As instalações estão distribuídas nos estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Pará, Tocantins, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia e no Distrito Federal.

Jornal Midiamax