Política / Transparência

Convênios entre Prefeitura e JBS são prorrogados e preveem R$ 4,2 milhões em repasses

Dois convênios mantidos entre a Prefeitura de Campo Grande e a JBS foram prorrogados nesta quinta-feira (28). Somados, preveem R$ 4.214.387,04 em repasses da empresa para o poder público. Segundo o Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o ‘concedente se compromete a transferir, ao proponente, o valor total de R$ 2.876.886,96’ durante um ano, em parcelas […]

Mayara Bueno Publicado em 28/01/2021, às 11h50

JBS em Campo Grande. (Imagem: Divulgação)
JBS em Campo Grande. (Imagem: Divulgação) - JBS em Campo Grande. (Imagem: Divulgação)

Dois convênios mantidos entre a Prefeitura de Campo Grande e a JBS foram prorrogados nesta quinta-feira (28). Somados, preveem R$ 4.214.387,04 em repasses da empresa para o poder público.

Segundo o Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o ‘concedente se compromete a transferir, ao proponente, o valor total de R$ 2.876.886,96’ durante um ano, em parcelas fixas e mensais de R$ 239.740,58.

Nesta segunda-feira, a publicação prorroga o prazo de vigência do Convênio nº 4 e define recursos financeiros, ‘alteração do montante da multa moratória fixa, bem como a fixação de juros de mora em caso de inadimplemento’. A segunda prorrogação é sobre o Convênio nº 5 estabelece pagamento de R$ 1.337.500,08, também em 12 vezes.

Ambos os casos tratam-se do quinto termo aditivo e são assinados entre a JBS e a Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico). Foram publicados em 24 de fevereiro de 2017 e, na ocasião, a documento informava repasse de recursos com objetivo de ‘fomento ao desenvolvimento econômico, ciência e tecnologia, agronegócio, pesca e agricultura’.

A JBS possui duas unidades em Campo Grande – a da Avenida Duque de Caxias e

Jornal Midiamax