Política / Transparência

Com visita de Bolsonaro a MS, Bombeiros fazem treinamento para usar Magirus e Ursa

Escada gigante e unidade avançada de resgate podem ser necessárias, caso aconteça alguma emergência

Mayara Bueno e Dayene Paz Publicado em 13/05/2021, às 12h09

Bombeiro em treinamento com escada de 60 metros, no Centro de Campo Grande
Bombeiro em treinamento com escada de 60 metros, no Centro de Campo Grande - (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax)

Autoescada de 60 metros e a Ursa (Unidade de Resgate e Suporte Avançado) foram usadas para treinamento em Campo Grande nesta quinta-feira (13), um dia antes da visita do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a Mato Grosso do Sul. O Corpo de Bombeiros não relaciona a medida com o evento presidencial, embora afirme que a unidade de resgate pode ser deslocada para acompanhar a passagem do chefe do Executivo federal - a partir das 10h30 de sexta-feira (14), está prevista a participação dele na entrega de títulos no Assentamento Santa Mônica, em Terenos.

Bombeiro em treinamento na região central. (Foto: Henrique Arakaki)

Nesta manhã, equipes estavam em um prédio na Rua José Antônio, próximo à Rua Dom Aquino. A simulação era de resgate de vítima e, dos 60 metros de altura da escada, foram 'usados' 45 metros - altura da edificação. O Corpo de Bombeiros afirma que a Ursa deve ser usada no evento presidencial e que o treinamento com a autoescada serve para que os militares analisem tempo de chegada, a atuação deles, entre outros fatores que são imprescindíveis para o resgate de vítimas em altura, seja por incêndio ou vazamento de gás em prédios.

Ainda na região central, também houve teste com a Unidade de Resgate e Salvamento Avançado no mesmo sentido. A princípio, a informação foi a de que os bombeiros estavam em treinamento para participação na solenidade de amanhã, com o presidente. 

Autoescada e unidade de resgate

Em março passado, o Governo de MS divulgou a chegada da autoescada, comprada na Alemanha. Além de ser aquisição internacional, que alarga o tempo de entrega, a vinda do equipamento teria sofrido atraso por causa da neve - ela foi trazida de navio ao Brasil. A fabricante é a empresa alemã Magirus.

Já a unidade de resgate avançado foi ativada em 5 de abril. Segundo a corporação, compõe a unidade equipe de bombeiros, composta por médicos, enfermeiros e condutores. A Ursa tem objetivo de apoiar a Secretaria Estadual de Sáude na remoção de pacientes e a rápida identiifcação e tratamento de lesões pontencialmente fatais, 'atuando na intervenção em cena iniciada precocemente pelo suporte avançado no atendimento pré-hospitalar'.

Autoescada usada para treinamento de bombeiros nesta manhã. (Foto: Henrique Arakaki)

Jornal Midiamax