Política / Transparência

Alan Guedes anuncia estruturação da Fundação de Saúde de Dourados

A Fundação de Serviços da Saúde (Funsaud), responsável pela administração da UPA e Hospital da Vida, vai passar por reestruturação administrativa. O anúncio foi feito pelo prefeito Alan Guedes (PP) na última sexta-feira (19). “Irei apresentar a reestruturação da Funsaud, inclusive com redução de cargos. Há ainda a possibilidade de realizarmos uma auditoria externa”, disse […]

Marcos Morandi Publicado em 22/02/2021, às 08h58

Prefeito anunciou mudança no órgão que administra o Hospital da Vida e UPA.(Foto: Flávio Verão).
Prefeito anunciou mudança no órgão que administra o Hospital da Vida e UPA.(Foto: Flávio Verão). - Prefeito anunciou mudança no órgão que administra o Hospital da Vida e UPA.(Foto: Flávio Verão).

A Fundação de Serviços da Saúde (Funsaud), responsável pela administração da UPA e Hospital da Vida, vai passar por reestruturação administrativa. O anúncio foi feito pelo prefeito Alan Guedes (PP) na última sexta-feira (19).

“Irei apresentar a reestruturação da Funsaud, inclusive com redução de cargos. Há ainda a possibilidade de realizarmos uma auditoria externa”, disse em discurso o prefeito. Segundo ele, embora as dívidas cheguem a R$ 72 milhões, será possível recuperar a saúde financeira da Fundação.

Criada em 2014, a Funsaud tem um saldo negativo mensal de R$ 2,5 milhões. A conta não fecha há vários anos. Isso gerou atraso na folha de pagamento de médicos, de quase cinco meses, e de falta de pagamento de fornecedores de materiais para a UPA e Hospital da Vida.

A realização de uma auditoria externa para apurar a dívida milionária da Funsaud tem ganhado o centro das discussões na Câmara Municipal de Dourados. Entre os que defendem investigação nas contas do órgão, que foi deixado pela gestão passada até com contas de energia elétrica atrasadas, estão o médico Diogo Castilho (DEM) e a jornalista Lia Nogueira (PP).

Jornal Midiamax