Política / Transparência

Agesul altera edital e custo de obra no Parque Estadual do Prosa é estimado em R$ 1,4 milhão

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) alterou o edital da licitação para contratar empresa para realizar obras de reforma e ampliação do receptivo de visitantes do Parque Estadual do Prosa, em Campo Grande. O aviso foi publicado na edição desta quarta-feira (6) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).  O […]

Adriel Mattos Publicado em 06/01/2021, às 11h24 - Atualizado às 12h10

Foto: Luciano Portella, Wikimedia Commons
Foto: Luciano Portella, Wikimedia Commons - Foto: Luciano Portella, Wikimedia Commons

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) alterou o edital da licitação para contratar empresa para realizar obras de reforma e ampliação do receptivo de visitantes do Parque Estadual do Prosa, em Campo Grande. O aviso foi publicado na edição desta quarta-feira (6) do DOE (Diário Oficial Eletrônico). 

O valor do projeto foi alterado para R$ 1,4 milhão. O edital não está disponível para consulta no Portal da Transparência, não sendo possível constatar se o custo teve aumento ou redução.

Com a mudança, o prazo para as empresas interessadas retirarem o edital e os anexos foi estendido até 22 de janeiro, na sede da Agesul, no Parque dos Poderes. A abertura das propostas está marcada para às 16h deste dia.

Estudos

O parque é uma das unidades que está na mira do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) para concessão à iniciativa privada, como noticiou o Jornal Midiamax em outubro de 2020.

Além do parque de Campo Grande, a administração estadual quer privatizar também Várzeas do Rio Ivinhema, Nascentes do Rio Taquari e das Nações Indígenas, além da Gruta do Lago Azul.

Jornal Midiamax