Política / Transparência

Vereador pede construção de travessias na BR-163

Devido ao crescimento no números de acidentes na região, que já provocaram protestos da população, o vereador Braz Melo (PSC) solicitou a construção de travessias na BR-163, principalmente no cruzamento com a Rua Coronel Ponciano. Levantamentos  apontam que a rodovia possui fluxo de mais de 12 mil veículos por dia.  Segundo ele, existem estudos que […]

Marcos Morandi Publicado em 05/02/2020, às 10h54

Números de acidentes já provocaram protestos da população. (Foto: Divulgação).
Números de acidentes já provocaram protestos da população. (Foto: Divulgação). - Números de acidentes já provocaram protestos da população. (Foto: Divulgação).

Devido ao crescimento no números de acidentes na região, que já provocaram protestos da população, o vereador Braz Melo (PSC) solicitou a construção de travessias na BR-163, principalmente no cruzamento com a Rua Coronel Ponciano. Levantamentos  apontam que a rodovia possui fluxo de mais de 12 mil veículos por dia. 

Segundo ele, existem estudos que mostram que a  cidade tem crescido na região sul e oeste, o que, consequentemente, aumenta o fluxo de veículos. Isto, de acordo com Braz, causa transtornos à população, por conta do grande números de moradores que precisam atravessar a rodovia.“A CCR MSVias teria obrigação de resolver este problema, construindo travessias, mas não o fez. Há 30 anos nós fizemos estas interligações no Parque das Nações e acredito que seria uma boa solução para a BR-163”, comentou. 

O problema do grande fluxo de veículos se encontra, principalmente, nos bairros Guaicurus e conjuntos Dioclécio Artuzi e Harrisson de Figueiredo. Segundo o vereador, desde 2018 são feitas solicitações à CCR  e aos órgãos competentes, visando a construção de túneis e travessias, interligando os bairro Jequitibás e Guaicurus e o Jardim Colibri com o Dioclécio Artuzi.
“Além de diminuir o movimento de trânsito da Coronel Ponciano, diminuiria também o número de acidentes naquela região, proporcionando maior segurança aos moradores”, justifica o vereador.

Jornal Midiamax