Política / Transparência

TCE-MS alega escalada da covid-19 e amplia recesso de fim de ano em cinco dias

Conselheiros e servidores do TCE-MS entram em recesso a partir do dia 17 de dezembro e só voltam ao trabalho em 8 de janeiro.

Jones Mário Publicado em 11/12/2020, às 17h55

Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (Foto: Divulgação/TCE-MS)
Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (Foto: Divulgação/TCE-MS) - Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (Foto: Divulgação/TCE-MS)

Os conselheiros e demais servidores do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) terão cinco dias a mais de recesso de fim de ano, em comparação com o anterior. Segundo o tribunal, a folga mais longa se deve ao aumento dos casos de novo coronavírus em Mato Grosso do Sul.

Conforme portaria, publicada na edição de hoje (11) do Diário Oficial do TCE-MS, os funcionários da Corte saem de recesso no próximo dia 17. Depois, só voltam ao trabalho no dia 8 de janeiro de 2021.

Em 2019, o período de folga para as festas de Natal e Ano Novo começou no dia 20 de dezembro, e só terminou no dia 6 de janeiro deste ano.

Algumas repartições do TCE-MS permanecem de plantão durante o recesso, como o gabinete da presidência e as secretarias de Tecnologia da Informação, Controle Externo e de Administração e Finanças. Os conselheiros Osmar Jeronymo e Waldir Neves vão dividir o plantão institucional.

Por outro lado, os prazos processuais ficam suspensos entre os dias 20 de dezembro e 20 de janeiro.

A semana passada, entre os dias 29 de novembro e 5 de dezembro, foi a pior em número de novos casos de covid-19 em Mato Grosso do Sul, com 7.171 confirmações. Além disso, a doença já matou 1.887 pessoas no Estado. Os números são da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Jornal Midiamax