Política / Transparência

Servidores do Detran-MS reclamam de negligência com pandemia de coronavírus e ameaçam parar

Servidores do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) farão apenas atendimento interno nesta sexta-feira (20) e ameaçam paralisar as atividades a partir da próxima semana. A medida é tomada considerando o risco de exposição ao novo coronavírus COVID-19, em decorrência do atendimento presencial. Em ofício direcionado ao governador Reinaldo Azambuja (PS...

Danúbia Burema Publicado em 19/03/2020, às 18h55 - Atualizado em 20/03/2020, às 10h12

Foto: Divulgação/ Detran-MS.
Foto: Divulgação/ Detran-MS. - Foto: Divulgação/ Detran-MS.

Servidores do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) farão apenas atendimento interno nesta sexta-feira (20) e ameaçam paralisar as atividades a partir da próxima semana. A medida é tomada considerando o risco de exposição ao novo coronavírus COVID-19, em decorrência do atendimento presencial.

Em ofício direcionado ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), os funcionários alegam que a única medida tomada no órgão foi a redução do atendimento nas unidades do shopping – o que ocorreu em virtude de decreto municipal. Eles afirmam também que a interrupção do atendimento presencial não prejudicará os cidadãos uma vez que a quase totalidade dos serviços está disponível pela internet.

O protesto foi anunciado “considerando que não estão sendo tomadas quaisquer medidas preventivas aos servidores como distribuição de máscaras, luvas, álcool em gel, proibição de trabalho aos servidores contaminados com COVID-19, limitação de atendimento aos usuários a fim de evitar aglomeração”.

Conforme o presidente do Sindetran (Sindicato dos Servidores do Departamento Estadual de Mato Grosso do Sul), Octacílio Sakai, nem cuidados básicos estão sendo tomados pelo órgão, que continua realizando os exames práticos inclusive com alunos utilizando os mesmos capacetes. Coletes usados em exames também não estariam sendo higienizados.

A reportagem acionou o Detran-MS e o Governo do Estado para saber quais providências estão sendo tomadas em relação ao caso, mas em virtude do encerramento do expediente não obteve retorno até a publicação desta matéria. Permanece aberto espaço para manifestação posterior de ambos. Confira os ofícios contendo as reclamações dos servidores:

Jornal Midiamax