Política / Transparência

Prefeitura de Campo Grande sanciona remanejamento de R$ 25,8 milhões

A Prefeitura de Campo Grande sancionou nesta quinta-feira (6), conforme publicação no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), projetos de abertura de crédito suplementar que somam R$ 25,8 milhões – as medidas foram aprovadas nesta semana pela Câmara Municipal. Um dos projetos é de R$ 2,1 milhões de suplementação – medida remaneja verba dentro do […]

Mayara Bueno Publicado em 07/05/2020, às 11h29 - Atualizado em 14/07/2020, às 16h30

Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).
Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax). - Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).

A Prefeitura de Campo Grande sancionou nesta quinta-feira (6), conforme publicação no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), projetos de abertura de crédito suplementar que somam R$ 25,8 milhões – as medidas foram aprovadas nesta semana pela Câmara Municipal.

Um dos projetos é de R$ 2,1 milhões de suplementação – medida remaneja verba dentro do Poder Executivo – e vai para o Fmis (Fundo Municipal de Investimento Social), destinado a ‘atender despesas com repasse para entidades de assistência ao idoso’; Segov (Secretaria de Governo), para ‘atender despesas com subvenções sociais’ e Semadur, abrangendo ‘despesas com convênio junto a UFMS visando implementação de estação de monitoramento de qualidade do ar.

O segundo projeto pede abertura de crédito suplementar no valor de R$ 23.727.000,00, que vão para a Seges (Secretaria de Gestão), com o objetivo de ‘atender despesas com a reforma da Escola de Governo de Campo Grande; Semed (Secretaria Municipal de Educação), para ‘repasse de recursos do Fundeb e Funesp (Fundação Municipal de Esporte) recebe parte da verba para implantar academias ao ar livre’.

A Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos) também está na lista e vai receber suplemento para ‘atender despesas com pavimentação asfáltica, execução do Prad [Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas] da Praça das Águas, reforma de trechos do canal do prosa, revitalização e abertura do parque Consul Assaf Trad, aquisição de materiais, reforma da praça amigos do Vaguinho’.

Suplementação é o remanejamento de verbas públicas já previstas, que estavam direcionadas para um fim e, para ajustes no orçamento, o Poder Público altera a destinação, por meio de pedidos como estes.

Jornal Midiamax