Política / Transparência

Prefeitura de Bonito abre comissão para investigar servidores que receberam auxílio emergencial

Nesta sexta-feira (10), a Prefeitura de Bonito abriu processo administrativo para apurar servidores que receberam o auxílio emergencial.

Dândara Genelhú Publicado em 10/07/2020, às 18h59 - Atualizado em 14/07/2020, às 16h23

(Foto: Divulgação PMB)
(Foto: Divulgação PMB) - (Foto: Divulgação PMB)

Nesta sexta-feira (10), a Prefeitura de Bonito abriu processo administrativo para apurar servidores que receberam o auxílio emergencial do Governo Federal. O processo foi divulgado por meio de portaria publicada no Assomasul (Diário Oficial dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

De acordo com a publicação, o recebimento do benefício por parte de servidores públicos deve ser apurado pela gestão municipal. Assim, considera que “mediante suposta inserção ou declaração de informações falsas em sistemas de solicitação do benefício, podem caracterizar os crimes de falsidades ideológica e estelionato, além de configurarem possíveis infrações disciplinares”.

Então, com o processo, quatro servidores municipais de Bonito foram designados para composição da Comissão processante, que deve começar os trabalhos em no máximo cinco dias e deverá “concluir os trabalhos no prazo de 30 dias” (Atualizada às 13h39 de 11/07/2020 para correção de informação).

Jornal Midiamax