O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, nomeou o militar da reserva, o coronel Joe Saccenti Junior, para exercer o cargo de Coordenador Distrital de Saúde do Distrito Sanitário Especial Indígena em . O cargo estava vago há pouco mais de um mês.

Saccenti substitui Eldo Elcídio Moro, que havia sido nomeado em outubro do ano passado, pelo então ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, em substituição de Fernando da Silva Souza. A causou polêmica, já que Moro é historiador formado pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e não teria afinidade nem com a questão indígena ou formação específica para o cargo.