Política / Transparência

Para enfrentar pandemia, prefeituras de MS recebem R$ 115 milhões de repasse federal

Nesta segunda-feira (13), prefeituras de MS devem receber a segunda parcela do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus.

Dândara Genelhú Publicado em 13/07/2020, às 14h57 - Atualizado em 14/07/2020, às 16h37

Cidade de Dourados. (Foto: Franz Mendes).
Cidade de Dourados. (Foto: Franz Mendes). - Cidade de Dourados. (Foto: Franz Mendes).

Nesta segunda-feira (13), os municípios de Mato Grosso do Sul devem receber a segunda parcela do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus. De acordo com a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), devem ser depositados R$ 115.317.913,64.

Segundo a Assomasul, este valor foi confirmado pela STN (Secretaria do Tesouro Nacional), que é vinculada ao Ministério da Economia. Além disto, o montante deverá ser dividido entre os 79 municípios sul-mato-grossenses.

No total, estima-se que o repasse seja de R$ 461 milhões para as prefeituras de MS. Este valor será depositado em quatro parcelas, nas contas que as gestões recebem os recursos do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

Assim, por ser a capital do Estado, a prefeitura de Campo Grande receberá a maior parte do repasse financeiro federal. Na capital o montante do auxílio será de R$ 37,1 milhões. Em Dourados, o repasse será de R$ 9,2 milhões e em Três Lagoas de R$ 5 milhões.

Por fim, as outras duas parcelas estão previstas para 12 de agosto e 11 de setembro. Os repasses federais são para auxílio do combate ao coronavírus e minimização dos efeitos causados pela pandemia.

Jornal Midiamax