Política / Transparência

Nenhuma empresa se interessa em licitação de R$ 1,2 milhão para análise de exames

Nenhum laboratório se interessou em concorrência da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), que buscava prestação de serviço de análise de exames citopatológicos, anatomopatológicos, imunohistoquímicos e receptores tumorais. O aviso foi divulgado nesta segunda-feira (8) no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) sobre a sessão que ocorreu na sexta-feira (5). O valor total esti...

Mayara Bueno Publicado em 08/06/2020, às 13h01 - Atualizado às 14h33

Atendimentos em posto de Saúde. (Foto: Sesau, Arquivo).
Atendimentos em posto de Saúde. (Foto: Sesau, Arquivo). - Atendimentos em posto de Saúde. (Foto: Sesau, Arquivo).

Nenhum laboratório se interessou em concorrência da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), que buscava prestação de serviço de análise de exames citopatológicos, anatomopatológicos, imunohistoquímicos e receptores tumorais.

O aviso foi divulgado nesta segunda-feira (8) no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) sobre a sessão que ocorreu na sexta-feira (5). O valor total estimado do credenciamento era de R$ 1.274.148,77, de acordo com o edital aberto em 2019.

Daquele ano até agora, já foram feitas modificações na concorrência, além de sua suspensão e questionamentos de empresas. Desta vez, não houve manifestação de empresas na licitação, portanto, a mesma foi declarada ‘deserta’.

Ainda segundo o documento, o total é estimado para atender um ano. Quando aberta, a justificativa da licitação considerava a logística de organização da rede de atendimento para encaminhamento de materiais colhidos nas unidades aos laboratórios a serem credenciados para realização de análises.

Além da vinculação a ser realizada dentro dos Sistemas de Informações preconizadas pelo Ministério da Saúde. As credenciadas teriam de dispor ‘de pessoal, estrutura física e maquinário instalado neste município, suficientes para atendimento da demanda’.

Jornal Midiamax