Política / Transparência

MPMS instaura três procedimentos para apurar eventuais irregularidades em Três Lagoas

O MPMS (Ministério Público Estadual) instaurou três procedimentos investigatórios preliminares a fim de apurar denúncias de supostas irregularidades, conforme publicação no DOMP (Diário Oficial do MPMS) desta terça-feira (20). O primeiro é o procedimento preparatório 06.2020.00000972-1, que vai apurar ausência de profissional Endocrinologista Pediátrico na macrorregião de saúde ...

Guilherme Cavalcante Publicado em 20/10/2020, às 08h19

Edifício-sede das Promotorias de Justiça de Três Lagoas (Foto: Divulgação, MPMS)
Edifício-sede das Promotorias de Justiça de Três Lagoas (Foto: Divulgação, MPMS) - Edifício-sede das Promotorias de Justiça de Três Lagoas (Foto: Divulgação, MPMS)

O MPMS (Ministério Público Estadual) instaurou três procedimentos investigatórios preliminares a fim de apurar denúncias de supostas irregularidades, conforme publicação no DOMP (Diário Oficial do MPMS) desta terça-feira (20).

O primeiro é o procedimento preparatório 06.2020.00000972-1, que vai apurar ausência de profissional Endocrinologista Pediátrico na macrorregião de saúde de Três Lagoas, bem como as medidas administrativas necessárias para diminuir a fila de espera em número de inscritos e em tempo de espera. Destaca-se que, com a publicação, qualquer pessoa pode prestar informações para esclarecimento dos fatos.

Na sequência, foi aberto o procedimento preparatório 06.2020.00000973-2, que apura possível risco de suspensão das cirurgias cesarianas eletivas no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, de gestão municipal. Também foi aberto o Inquérito Civil 06.2020.00001160-5, a fim de apurar as causas da insuficiência de vagas na Educação Infantil na cidade, bem como empreender medidas colaborativas para a superação do problema

Todos os processos são digitais e públicos e correrão sob o comando do promotor de Justiça Eteócles Brito Mendonça Dias Júnior, em substituição na 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Três Lagoas. A consulta é aberta a população, clicando AQUI.

Jornal Midiamax