Política / Transparência

MPMS arquiva 14 inquéritos, um deles sigiloso

A Secretaria do Conselho Superior do MPMS (Ministério Público Estadual) promoveu ao arquivamento 14 inquéritos civis, dos quais um está em sigilo. O aviso conta na edição desta quinta-feira (17) do DOMP (Diário Oficial do MPMS). Entre os arquivamentos, está o Inquérito Civil nº 06.2019.00000786-7, da 17ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 17/09/2020, às 10h25 - Atualizado às 10h45

Fachada do Ministério Público Estadual, em Campo Grande | Foto: Arquivo
Fachada do Ministério Público Estadual, em Campo Grande | Foto: Arquivo - Fachada do Ministério Público Estadual, em Campo Grande | Foto: Arquivo

A Secretaria do Conselho Superior do MPMS (Ministério Público Estadual) promoveu ao arquivamento 14 inquéritos civis, dos quais um está em sigilo. O aviso conta na edição desta quinta-feira (17) do DOMP (Diário Oficial do MPMS).

Entre os arquivamentos, está o Inquérito Civil nº 06.2019.00000786-7, da 17ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da comarca de Dourados, que apurou eventual inércia do município de Dourados em firmar convênios com entidades de assistência social e que fiscalizou a gestão do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do município.

Também foi arquivado o Inquérito Civil nº 06.2019.00000917-6, da 2ª Promotoria de Justiça dos Direitos
Constitucionais do Cidadão e dos Direitos Humanos da comarca de Fátima do Sul, que apurou eventual falta de profissionais em odontologia na Unidade de Saúde Jardim dos Ipês/COHAB.

O procedimento sigilo, no caso, refere-se ao Inquérito Civil nº 06.2019.00001815-3 , que correu na 1ª
Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da comarca de Caarapó.

Conforme o aviso, assinado pelo Secretário do Conselho, Alexandre Lima Raslan, há prazo de 10 dias para que interessados apresentem razões escritos, peças informativas ou documentos, que serão juntados aos procedimentos.

Jornal Midiamax