Política / Transparência

Contratos de R$ 1,4 milhão com agricultura familiar preveem merenda escolar em Campo Grande

Três contratos publicados no Diário Oficial de Campo Grande nesta quinta-feira (10) preveem R$ 1.477.504,71 em alimentos destinados à merenda escolar de estudantes da Reme (Rede Municipal de Ensino). Por R$ 814.230,51, a Cooperana (Cooperativa dos Produtores Rurais do Assentamento Nova Aliança), de Terenos, vai fornecer hortifrutigranjeiros, para atender os alunos matriculados n...

Mayara Bueno Publicado em 10/12/2020, às 11h38

Escola Municipal Profº Arlindo Lima. (Foto: Divulgação. Arquivo).
Escola Municipal Profº Arlindo Lima. (Foto: Divulgação. Arquivo). - Escola Municipal Profº Arlindo Lima. (Foto: Divulgação. Arquivo).

Três contratos publicados no Diário Oficial de Campo Grande nesta quinta-feira (10) preveem R$ 1.477.504,71 em alimentos destinados à merenda escolar de estudantes da Reme (Rede Municipal de Ensino).

Por R$ 814.230,51, a Cooperana (Cooperativa dos Produtores Rurais do Assentamento Nova Aliança), de Terenos, vai fornecer hortifrutigranjeiros, para atender os alunos matriculados no ano letivo de 2021 nas escolas e creches municipais.

Com o mesmo objetivo, a Copran (Cooperativa dos Produtores Rurais) de Anastácio foi contratada por R$ 142.531,00. A Associação de Pequenos Produtores Rurais Nova Era vai fornecer alimentos, segundo extrato do convênio de R$ 520.743,32.

Nesta edição do Diogrande, também foi divulgado pregão eletrônico para compra de materiais destinados à produção de máscaras de tecido. O objetivo é destinar as peças aos alunos e funcionários que, a partir de 2021, voltam para aulas presenciais.

Jornal Midiamax