Política / Transparência

Consórcio Brasil Central adia licitação de medicamentos para alterar quantidade

O Consórcio Brasil Central formado por sete Estados adiou a licitação para compra de medicamentos compartilhada por necessidade de alterar a quantidade dos produtos. O aviso foi publicado em Diário Oficial nesta segunda-feira (17). Segundo a publicação assinada pelo secretário-executivo do Consórcio, Jader Rieffe Julianelli, a realização do pregão eletrônico do tipo menor preço ...

Renata Volpe Publicado em 17/02/2020, às 07h39

Alguns dos governadores que compõem o Consórcio Brasil Central. (Chico Ribeiro, Divulgação)
Alguns dos governadores que compõem o Consórcio Brasil Central. (Chico Ribeiro, Divulgação) - Alguns dos governadores que compõem o Consórcio Brasil Central. (Chico Ribeiro, Divulgação)

O Consórcio Brasil Central formado por sete Estados adiou a licitação para compra de medicamentos compartilhada por necessidade de alterar a quantidade dos produtos. O aviso foi publicado em Diário Oficial nesta segunda-feira (17).

Segundo a publicação assinada pelo secretário-executivo do Consórcio, Jader Rieffe Julianelli, a realização do pregão eletrônico do tipo menor preço para eventual aquisição de medicamentos precisou ser adiado para 4 de março, pois houve necessidade de modificações nas especificações quantitativas dos produtos. Não foi divulgada a quantidade e nem o valor da licitação.

A compra compartilhada já foi realizada uma vez entre os Estados no ano passado e com valor de R$ 4.244.964,54. A intenção do Consórcio é baratear o custo e também podem ser adquiridos equipamentos.

O local da sessão pública vai acontecer pela internet, no site www.comprasgovernamentais.gov.br, na primeira quarta-feira de março, às 10h. O edital está disponível no site www.comprasnet.gov.br e www.brasilcentral.gov.br

Formado em 2015, o Consórcio Brasil Central é formado por MS, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins e tem por objetivo promover o desenvolvimento econômico e social por meio de planejamento estratégico de ações entre os Executivos. 

Jornal Midiamax