Política / Transparência

Candidatos de MS gastaram R$ 1,1 milhão em propaganda paga nas redes sociais, aponta plataforma

Se as redes sociais já eram usadas com intensidade nas eleições passadas, em 2020, parecem terem sido ainda mais adotadas por candidatos. Só para propaganda impulsionada na internet, candidatos de Mato Grosso do Sul destinaram R$ 1.190,619 em 30 dias, segundo dados do Facebook, que disponibilizou ferramenta para acompanhar os gastos de publicidade. Na TV […]

Mayara Bueno Publicado em 13/11/2020, às 14h30 - Atualizado às 18h24

Plataforma mostra gastos com publicidade sobre assunto político em 2020.
Plataforma mostra gastos com publicidade sobre assunto político em 2020. - Plataforma mostra gastos com publicidade sobre assunto político em 2020.

Se as redes sociais já eram usadas com intensidade nas eleições passadas, em 2020, parecem terem sido ainda mais adotadas por candidatos. Só para propaganda impulsionada na internet, candidatos de Mato Grosso do Sul destinaram R$ 1.190,619 em 30 dias, segundo dados do Facebook, que disponibilizou ferramenta para acompanhar os gastos de publicidade.

Candidatos de MS gastaram R$ 1,1 milhão em propaganda paga nas redes sociais, aponta plataforma
Tabela aparece na plataforma disponibilizada pelo Facebook.

Na TV e no rádio, a propaganda eleitoral terminou na quinta-feira (12), mas os candidatos podem fazer campanha na internet até sábado (14), um dia antes da votação das eleições 2020. Permissão para propaganda paga na imprensa acaba nesta sexta-feira (13).

No caso do montante citado, são postagens publicadas nas redes sociais Facebook e Instagram, que recebem dinheiro dos candidatos para alavancarem o alcance e, desta forma, a publicação chegar a mais eleitores. São relacionadas contas de candidatos a vereadores e prefeito de todo o Estado.

Liderando o ranking no Estado, está o candidato a prefeito de Campo Grande Marcelo Bluma (PV), cujo montante chega a R$ 86.630. Em seguida, os postulantes Vinícius Siqueira (PSL) com R$ 84.049, Paulo Matos (PSC), R$ 43.533, além de uma segunda página ligada a Siqueira, que destinou R$ 42.768.

A lista mostra, ainda, o candidato a prefeito da Capital Marcio Fernandes (MDB) com impulsionamento de R$ 26.436 e Mauro Thronicke (PSL), candidato a prefeito de Dourados, empenhando R$ 26.076. Atual prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) aparece na relação com gastos de R$ 20.362 e Ciro Nogueira Fidelis, candidato a vereador do PSL, R$ 20.373.

Na plataforma, há também consulta por nome de candidato e, ao clicar no link, o usuário é direcionado a uma espécie de perfil com o conteúdo da postagem e a quantia paga a título de impulsionamento de cada um. No ambiente virtual, é possível ver cada postagem impulsionada, bem como o valor destinado à propaganda.

Jornal Midiamax