Política / Transparência

Às vésperas de novo mandato, Marquinhos exonera primeiro escalão e servidores em cargos

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) exonerou todos os funcionários do primeiro escalão e servidores nomeados antes de tomar posse em seu novo mandato, que começa na sexta-feira(1° de janeiro de 2021.  O procedimento é padrão para a troca de gestão e reeleito, Marquinhos afirmou que deverá manter o mesmo secretariado para o […]

Mariane Chianezi Publicado em 30/12/2020, às 15h48 - Atualizado em 31/12/2020, às 10h04

Prefeito Marquinhos Trad e vice Adriane Lopes em reunião com secretários (Foto: Leonardo de França/Midiamax)
Prefeito Marquinhos Trad e vice Adriane Lopes em reunião com secretários (Foto: Leonardo de França/Midiamax) - Prefeito Marquinhos Trad e vice Adriane Lopes em reunião com secretários (Foto: Leonardo de França/Midiamax)

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) exonerou todos os funcionários do primeiro escalão e servidores nomeados antes de tomar posse em seu novo mandato, que começa na sexta-feira(1° de janeiro de 2021.  O procedimento é padrão para a troca de gestão e reeleito, Marquinhos afirmou que deverá manter o mesmo secretariado para o próximo mandato.

A exoneração geral foi publicada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quarta-feira (30), e tem como exceções os cargos de Diretor Escolar, Diretor-Adjunto, Secretário de Escola e servidores nomeados para exercer funções específicas nas unidades da Rede Municipal, Socioassistencial, além das servidoras gestantes.

Além do decreto que exonera secretários municipais e diretores, uma outra publicação na mesma edição, Decreto n° 2.675/20, exonera os ocupantes de cargos em comissão de secretário-adjunto, de direção e chefia e de assessoramento símbolos DCA e DTI, integrantes do quadro de pessoal da Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Já no decreto n° 2.676, o prefeito revoga as designações dos servidores ocupantes de função de direção e
chefia, função de confiança e função de atividades de assistência e assessoramento superior, integrantes do Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Campo Grande, com efeito a partir de 1º de janeiro de 2021.

Mesmo secretariado

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) reforçou que não pretende mexer no primeiro escalão de seu governo para o novo mandato. “Só vou trocar se alguém pedir para sair”, cravou.

Logo após reunião com os secretários municipais no dia 16 de novembro, Marquinhos se mostrou satisfeito com o trabalho desempenhado pela equipe até aqui. Segundo ele, “não se demite bons funcionários”.

Apesar da reeleição, é comum que chefes do Executivo proponham mudanças pontuais no primeiro escalão em um novo mandato. Mas, ainda ontem (15), quando comemorava a vitória em primeiro turno no pleito municipal, Trad já rechaçava a chance de substituições nas pastas.

Jornal Midiamax