Política / Transparência

Após mais de um mês sem comando, Polícia Federal tem novo superintendente em MS

O Ministério da Justiça e Segurança Pública nomeou Marcelo Correia Botelho ao cargo de superintendente da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul. A nomeação, assinada pelo secretário-executivo do Ministério, Tercio Issami Tokano, consta no DOU (Diário Oficial da União) desta quinta-feira (3). A nomeação de Botelho ocorre após mais de um mês da exoneração […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 03/09/2020, às 07h33 - Atualizado às 15h53

Foto: Jornal do Tocantins | Reprodução
Foto: Jornal do Tocantins | Reprodução - Foto: Jornal do Tocantins | Reprodução

O Ministério da Justiça e Segurança Pública nomeou Marcelo Correia Botelho ao cargo de superintendente da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul. A nomeação, assinada pelo secretário-executivo do Ministério, Tercio Issami Tokano, consta no DOU (Diário Oficial da União) desta quinta-feira (3).

A nomeação de Botelho ocorre após mais de um mês da exoneração de Cleo Matuziak Mazzoti, que foi desligado do cargo para tornar-se Coordenador-Geral de polícia Fazendária da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal, ficando dispensado do cargo que ocupava.

Botelho deixou em junho o cargo de Delegado Regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Superintendência da PF no estado de Tocantins e já era esperado pela corporação em MS para ocupar o cargo.

Botelho já esteve em MS no ano de 2014, quando ocupava a diretoria do Presídio Federal de Campo Grande, vinculada ao Depen (Departamento Penitenciário Nacional). Ele deixou o cargo naquele ano após pedido de demissão coletiva alegando interferências externas.

Jornal Midiamax