Política / Transparência

Vereadores fecham 2019 aprovando 318 projetos em 82 sessões ordinárias

Em 2019, a Câmara Municipal de Campo Grande realizou 82 sessões ordinárias, cinco extraordinárias e 48 solenes, somando 135 sessões durante todo o ano. Tudo isso resultou em 318 projetos aprovados, com 118 sendo arquivados e outros 179 seguindo em tramitação e ficando para análise em 2020. Entre as pautas aprovadas, estão 208 projetos de […]

Nyelder Rodrigues Publicado em 19/12/2019, às 16h00 - Atualizado às 22h12

Câmara Municipal de Campo Grande (Marcos Ermínio, Midiamax)
Câmara Municipal de Campo Grande (Marcos Ermínio, Midiamax) - Câmara Municipal de Campo Grande (Marcos Ermínio, Midiamax)

Em 2019, a Câmara Municipal de Campo Grande realizou 82 sessões ordinárias, cinco extraordinárias e 48 solenes, somando 135 sessões durante todo o ano. Tudo isso resultou em 318 projetos aprovados, com 118 sendo arquivados e outros 179 seguindo em tramitação e ficando para análise em 2020.

Entre as pautas aprovadas, estão 208 projetos de lei, 150 decretos legislativos e 25 resoluções. Já entre os projetos complementares, 17 foram aprovadas e quatro estão em tramitação. Entre os vetos do prefeito, 36 foram mantidos, quatro derrubados e seis ficaram para votação apenas no ano que vem.

Por fim, foram lidas 54,9 mil indicações em plenário, além de 36 requerimentos e 77 pessoas da sociedade civil e outras instituições usando a tribuna. A Casa ainda emitiu 27.150 ofícios e recebeu 231 do Poder Executivo e 587 diversos.

Duodécimo

A última sessão do ano foi realizada nesta quinta-feira (19). Nela, o presidente da Câmara Municipal, vereador João Rocha (PSDB), reafirmou que a Casa fará a devolução do duodécimo para a prefeitura de Campo Grande.

Inicialmente estimado em R$ 5 milhões, o vereador afirmou terça-feira (17) que o valor giraria em torno de R$ 6 milhões. Já nesta quinta, o informado é que a quantia ainda não foi definida com exatidão, mas pode chegar até R$ 7 milhões.

Jornal Midiamax