Política / Transparência

Secretaria de Saúde pede R$ 7 milhões a Ministério para cirurgias eletivas

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) fez um pedido ao Ministério da Saúde para repasse de R$ 7 milhões, que serão destinados para cirurgias eletivas, com propósito de serem realizadas até o fim deste ano. A resolução foi publicada no DOE (Diário Oficial do Estado) desta segunda-feira (30), porém, o pedido tem assinatura de 27 […]

Renata Volpe Publicado em 30/09/2019, às 10h27

 (Foto: Divulgação/GEMS)
(Foto: Divulgação/GEMS) - (Foto: Divulgação/GEMS)

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) fez um pedido ao Ministério da Saúde para repasse de R$ 7 milhões, que serão destinados para cirurgias eletivas, com propósito de serem realizadas até o fim deste ano.

A resolução foi publicada no DOE (Diário Oficial do Estado) desta segunda-feira (30), porém, o pedido tem assinatura de 27 deste mês. A publicação é Ad Referendum, ou seja, o pedido está sujeito à aceitação posterior.

O secretário Geraldo Resende fez a solicitação, considerando as decisões da Comissão Intergestores Bipartite. O valor solicitado seria, caso aceito, em parcela única e repassado ao Fundo Especial de Saúde para custeio das ações de média e alta complexidade em saúde da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul.

Junto com Resende, assina o pedido o presidente do Cosems (Conselho dos Secretários Municipais de Saúde), Rogério Santos Leite.

O secretário explicou que foi realizada uma solicitação e para isso, é preciso passar pelos crivos burocráticos. “O valor é para fazer mutirão de cirurgia eletiva até o fim do ano tanto, em todos os hospitais que quiserem fazer as cirurgias, qualquer hospital desde MS até na sede de micro e macro região”.

Resende disse que agora depende do Ministério da Saúde. “Estou esperando o ministro [Luiz Henrique] Mandetta chegar do exterior, para podermos conversar sobre o assunto”.

Jornal Midiamax