Política / Transparência

Ex-secretário é nomeado em cargo de assessoria na Assembleia Legislativa

O advogado e ex-secretário da Juventude de Campo Grande, Wilton Edgar Sá e Silva Acosta, foi nomeado para ocupar um cargo comissionado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. O ato foi publicado na edição desta segunda-feira (17) do Diário Oficial do Legislativo estadual. Wilton chefiou a pasta no período em que Alcides Bernal […]

Nyelder Rodrigues Publicado em 17/06/2019, às 17h26 - Atualizado às 18h24

None
wilton_0.jpg

O advogado e ex-secretário da Juventude de Campo Grande, Wilton Edgar Sá e Silva Acosta, foi nomeado para ocupar um cargo comissionado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. O ato foi publicado na edição desta segunda-feira (17) do Diário Oficial do Legislativo estadual.

Wilton chefiou a pasta no período em que Alcides Bernal (PP) foi prefeito da Capital, sendo um de seus fiéis escudeiros. Além disso, foi Wilton quem defendeu o ex-prefeito no processo que o reconduziu à prefeitura via judiciário, sob medida liminar.

Em postagem em seu perfil pessoal no Facebook, Alcides Bernal agradeceu ao correligionário e deputado estadual Evander Vendramini. A postagem aconteceu pouco tempo antes do ex-prefeito anunciar que se afastará do comando do PP no Estado.

Acosta vai ocupar o cargo de Auxiliar de Apoio Legislativo, que conforme a tabela de salários da Casa de Leis, compõe o Grupo III, de assessoramento intermediário, e com remuneração de R$ 1.099,79.

A criação de novos cargos na Assembleia é alvo de ação judicial do Ministério Público. Em recente decisão do juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira, foi negado pedido em tutela de urgência de suspensão dos atos. Contudo, a ação segue sob análise do judiciário.

Jornal Midiamax