Política / Transparência

Em edição extra, Prefeitura de Campo Grande suplementa R$ 137 milhões

A Prefeitura de Campo Grande divulgou, em edição extra do Diário Oficial de terça-feira (17), remanejamento de R$ 137 milhões. Segundo o documento, a verba sai de diversas áreas, como Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Semed (Secretaria Municipal de Educação), Sisep (Secretaria de Infraestrutura) e vai para o IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo […]

Mayara Bueno Publicado em 18/12/2019, às 08h22 - Atualizado às 08h25

Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).
Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax). - Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).

A Prefeitura de Campo Grande divulgou, em edição extra do Diário Oficial de terça-feira (17), remanejamento de R$ 137 milhões.

Segundo o documento, a verba sai de diversas áreas, como Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Semed (Secretaria Municipal de Educação), Sisep (Secretaria de Infraestrutura) e vai para o IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), SAS (Secretaria de Assistência Social) e Gabinete do Prefeito.

Há, ainda, remanejamentos dentro da mesma pasta, a exemplo da Sectur (Secretaria de Cultura e Turismo). O secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, explicou que, dentro de uma secretaria há vários ‘elementos de despesas’ e, mesmo sendo a mesma secretaria, caso a destinação mude, é necessária uma suplementação.

A suplementação, termo usado pela administração pública, basicamente, é quando um recurso é retirado de uma determinada área para aplicação em outra, ainda dentro do Poder Público municipal.

Jornal Midiamax