Política / Transparência

Corumbá gasta R$ 111 mil em decoração de Natal e luzes não funcionam, dizem moradores

Uma semana após ser inaugurada, a decoração de Natal em Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande, tem rendido crítica e indignação na população pois, a maioria das luzes natalinas não funciona. As pessoas questionam ainda o valor do contrato de R$ 111 mil por ter pouca decoração e por ser considerada feia. As reclamações […]

Renata Volpe Publicado em 24/12/2019, às 11h24 - Atualizado em 25/12/2019, às 08h39

Jardim do Natal foi inaugurado pela prefeitura no dia 16 de dezembro. (Prefeitura de Corumbá, Divulgação)
Jardim do Natal foi inaugurado pela prefeitura no dia 16 de dezembro. (Prefeitura de Corumbá, Divulgação) - Jardim do Natal foi inaugurado pela prefeitura no dia 16 de dezembro. (Prefeitura de Corumbá, Divulgação)

Uma semana após ser inaugurada, a decoração de Natal em Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande, tem rendido crítica e indignação na população pois, a maioria das luzes natalinas não funciona. As pessoas questionam ainda o valor do contrato de R$ 111 mil por ter pouca decoração e por ser considerada feia.

Corumbá gasta R$ 111 mil em decoração de Natal e luzes não funcionam, dizem moradores
Moradores de Corumbá reclamam em rede social de decoração natalina. (Reprodução)

As reclamações estão nas redes sociais. Um dos comentários é o seguinte: “Aqui na minha casa, a árvore de 17 anos atrás está mais bonita que isso. Se somar tudo não dá 200 reais”.

Outra pessoa comentou: Só não entendo para onde vai esse valor. Luzinhas quase que 80% sem funcionar, o tapume de madeira é o mesmo dos anos anteriores, nem aquelas estrelas que colocavam nos posts da frei Mariano teve esse anos… Para onde ou para quem foi esse valor todo?

Ainda na rede social, um morador de Corumbá fez o comentário: Aposto que não compraram nada, pois são enfeites de anos anteriores. 111 mil reais nos bolsos deles.

Uma mulher falou que a pouca decoração feita, a população estraga. “A pouca decoração que tem o povo mesmo estraga, as luzes não acende mais por algum desocupado cortou os fios que liga a decoração”.

Contrato

Corumbá gasta R$ 111 mil em decoração de Natal e luzes não funcionam, dizem moradores
Fiação exposta e luzes queimadas, uma semana após inauguração. (Folha MS)

A empresa Line Up venceu licitação segundo o aviso publicado em Diário Oficial do município, no dia 10 deste mês. A empresa deveria fazer a seguinte decoração: Confecção de escultura de Papai Noel, Duendes de Natal, Bonecos de Neve, Lareira do Papai Noel, Molduras para Casa do Papai Noel, Portal Luminoso, Anjos Luminosos, Estrelas Luminosas, Arabesco para Casa do Papai Noel, Decoração Luminosa Casa do Papai Noel e Estrela Cadente Luminosa. O contrato previa também, a manutenção do espaço, e desmontagem do mesmo.

No dia 13 deste mês, foi publicado o extrato do contrato administrativo entre a Fundação de Cultura e a Line Up. A empresa foi contratada por três meses.

Segundo apurou o Folha MS, apesar do contrato prever entre os serviços, a manutenção do espaço durante o período de funcionamento e a desmontagem do mesmo, o que consequentemente se supõe que o serviço ainda não está totalmente concluído, o pagamento da nota previsto para ocorrer em até 30 dias, conforme consta no Portal da Transparência, já teria sido pago integralmente, menos de 48 horas após a emissão da nota fiscal.

Portal

Corumbá gasta R$ 111 mil em decoração de Natal e luzes não funcionam, dizem moradores
Decoração em portal também gerou críticas. (Folha MS)

A instalação de um Portal colocado nas esquinas das ruas Frei Mariano com 13 de junho causou revolta, virou Meme criticando a falta de qualidade e o investimento para a decoração. 

Um dia após a repercussão, uma nova decoração foi providenciada para o Portal.

O que diz a prefeitura

A reportagem do Folha MS acionou a prefeitura, que respondeu por meio de nota. Conforme a resposta, todo material licitado está no Jardim de Natal, e e não há anormalidade na reutilização dos materiais de anos anteriores.

Quanto a utilização de mão de obra própria, a Fundação de Cultura relatou que servidores públicos participaram dos serviços devido a necessidade do transporte e uso de materiais da pasta e também para otimização do tempo e de conclusão da montagem de decoração. 

A prefeitura inaugurou o Jardim de Natal no dia 16 de dezembro, segundo matéria no site da prefeitura de Corumbá.

Jornal Midiamax